Abdominoplastia

Dermolipectomia Abdominal, Plástica do Abdome 

 

A abdominoplastia ou plástica de abdômen, é uma cirurgia altamente gratificante, capaz de corrigir alterações da forma abdominal decorrentes de flacidez, associada ou não ao excesso de gordura abdominal. A sua execução nas mãos de um cirurgião plástico experiente não oferece maiores dificuldades técnicas, mas cuidados devem ser tomados para evitar complicações.

CONSIDERAÇÃO IMPORTANTE SOBRE A ABDOMINOPLASTIA

É importante esclarecer que muitos pacientes possuem não só gordura abdominal externa, mas também gordura interna: a gordura visceral.

Esta gordura é aquela localizada ao redor dos intestinos, estômago e demais órgãos intra-abdominais. A este tipo de gordura nenhum cirurgião plástico tem acesso e é impossível de ser retirada através de cirurgia, sendo necessário um programa de re-educação alimentar e atividade física para a sua redução, idealmente antes da cirurgia.

TIPOS DE ABDOMINOPLASTIA:

  • ABDOMINOPLASTIA CLÁSSICA
  • LIPOABDOMINOPLASTIA (veja explicação completa no link desta cirurgia no menú)
  • MÍNI-ABDOMINOPLASTIA COM LIPOASPIRAÇÃO
  • MÍNI-ABDOMINOPLASTIA

ABDOMINOPLASTIA CLÁSSICA

Consiste na retirada do excesso de pele e da camada de gordura localizada entre o umbigo e o púbis. Realizamos esta cirurgia naquelas pacientes que tiverem somente flacidez cutânea e da parede abdominal sem nenhum excesso de gordura abdominal. Para os casos que há excesso  gordura associada à flacidez, executamos a lipoabdominoplastia.

COMO É REALIZADA A ABDOMINOPLASTIA CLÁSSICA?

  •  A área é previamente marcada com a(o) paciente em pé e sentada(o).
  • O paciente é anestesiado e feita a desinfecção do local.
  • É feita a incisão e retirada do segmento compreendido entre o umbigo e o púbis.
  • Descola-se o segmento compreendido entre o umbigo e a borda inferior das costelas.
  • Sutura-se a musculatura da parede abdominal de lado e lado da linha média para afinar a cintura.
  • É tracionado o retalho de pele e gordura, ressecando o excesso de pele e depois é feita a incisão para sutura do novo umbigo.
  • A sutura da gordura e a pele é feita com fio de nylon que é retirado no 21o. dia.
  • Curativo oclusivo e protetor com bandagens elásticas é confeccionado.
  • No caso de ser necessária colocação de dreno, este retira-se no dia seguinte ou em raros casos dois ou três dias depois.
  • O paciente recebe alta no dia seguinte ou em raros casos dois ou três dias depois.

 QUEM É O PROFISSIONAL MAIS INDICADO PARA REALIZAR ESTA CIRURGIA?

Existem profissionais de outras especialidades fazendo cursos de final de semana e filiando-se a pseudo-socidedades de “cirurgia estética”.  Somente um cirurgião plástico certificado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica reune as condições técnicas suficientes para executar esta cirurgia com segurança e resultados naturais. Prefira sempre um cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Gostou desta página?. Por favor, dê a sua avaliação:

Deixe seu comentário ou dúvida