Otoplastia

Otoplastia em Brasília, DF

A otoplastia ou plástica das orelhascorrige alterações da forma  das orelhas que devido a um defeito congênito, apresentam-se proeminentes. Há apagamento de relevos anatômicos, em uma estrutura chamada anti-hellix, deixando as orelhas lisas. Também o fundo da orelha (concha) pode estar excessivamente grande, empurrando o restante da orelha para a frente causando o aspecto de “orelha de abano“, conhecida tecnicamente como promináurius ou orelhas proeminentes.

TIPOS DE OTOPLASTIA

Diversos autores desenvolveram técnicas para corrigir este problema, com resultados mais, ou menos naturais. Na nossa experiência a técnica que produz os resultados mais naturais e com menos complicações é a raspagem e modelagem das orelhas na suas faces posteriores.

TIPOS DE ANESTESIA

Há basicamente três tipos de anestesia: (local, local com sedação e geral). A escolha é feita levando em consideração vários fatores:

Idade do paciente: crianças entre 7 e 12 anos normalmente são operados com anestesia geral.

Preferência do paciente: mesmo sendo considerada uma cirurgia de médio porte,, se o paciente não aceita a idéia de realizarmos o procedimento com anestesia local ou local e sedação, optamos por anestesia geral.

SEMPRE É NECESSÁRIO OPERAR?

Se nas primeiras duas semanas de vida da criança, forem identificadas as orelhas como sendo proeminentes, alguns autores relatam bons resultados com compressão mediante faixas e gorros que deverão ser mantidos por seis semanas. Já no adulto o tratamento sempre é cirúrgico e desencorajamos outros tratamentos promovidos por profissionais não cirurgiões plásticos, como são uso de fios, substâncias injetadas, etc.

COMO É FEITA A CIRURGIA?

  • O (a) paciente deve estar em jejum de 8 horas no mínimo
  • Já no centro cirúrgico é puncionada uma veia para administrar medicamentos
  • As áreas à serem operadas são marcadas e fazemos a desinfecção e colocamos os campos estéris
  • Anestesia é administrada: local, local com sedação ou geral
  • Incisões nas faces posteriores das orelhas são feitas, retirando o excesso de pele
  • Realizamos uma raspagem na parte posterior das cartilagens para facilitar a modelagem com a sutura
  • Retiramos o excesso de cartilagem da concha
  • Modelamos as cartilagens com suturas permanentes (nylon) e as fixamos ao crânio para reduzir a projeção
  • Revisamos que não fique nada sangrando e lavamos a área com soro estéril
  • Fechamos as incisões com suturas que são retiradas uma semana depois
  • Colocamos um curativo em forma de capacete que é mantido por vinte e quatro horas.

QUEM É O PROFISSIONAL MAIS INDICADO PARA REALIZAR ESTA CIRURGIA?

Embora profissionais de outras especialidades estejam fazendo cursos de final de semana e filiando-se a pseudo-socidedades de “cirurgia plástica facial”, somente um cirurgião plástico certificado e membro da sociedade brasileira de cirurgia plástica reune as condições técnicas suficientes para executar esta cirurgia com segurança e resultados naturais. Prefira sempre um cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Gostou desta página?. Por favor dê a sua avaliação:
 

Deixe seu comentário ou dúvida