Cirurgia Íntima

CIRURGIA ESTÉTICA DA ÁREA GENITAL

Praticamente qualquer área do corpo é suscetível de melhorar a sua aparência através de procedimentos estéticos e a genitália não é uma exceção. 

Mas o quê a cirurgia plástica pode fazer nestes casos?

Existem diversas alterações da forma e do tamanho dos genitais, tanto masculinos, quanto femininos, cirurgia plástica pode ajudar. Atualmente são realizados cada vez mais procedimentos nesta nobre e importante área de nosso corpo. Lábios menores excessivamente grandes, púbis muito protuberante que limita o uso de roupas coladas na mulher, ou diminui o tamanho do pênis no homem e outras alterações podem ser reparadas pela cirurgia plástica moderna.

PLÁSTICA DOS LÁBIOS MENORES (NINFOPLASTIA):

Chamada tecnicamente de ninfomegalia, a hipertrofia (crescimento excessivo) dos lábios menores pode ser um problema tanto estético, quanto funcional. Esta hipertrofia pode favorecer o traumatismo dos mesmos durante o ato sexual. A solução é uma cirurgia para diminuir o seu tamanho. A cirurgia pode ser feita com anestesia local ou com local e sedação se a paciente preferir.

CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIOS

Os cuidados pós-operatórios consistem em higiene rigorosa, usando sabão líquido anti-séptico e abstinência sexual durante 4 semanas.

LIPOASPIRAÇÃO DO PÚBIS  E AUMENTO INDIRETO DO PÊNIS

Conhecida tecnicamente como lipodistrofia pubiana, é uma alteração que consiste no depósito de gordura em excesso na área do púbis denominada monte de Vênus. Esta condição limita o uso de roupas sensuais na mulher e diminui o tamanho efetivo do pênis no homem.

Pode ser tratada por meio de uma lipoaspiração exclusiva desta área com anestesia local e sem necessidade de internação, ou associada a outras cirurgias do abdome e dos genitais. O resultado é uma melhora da forma da área pubiana e a um aumento indireto do tamanho efetivo do pênis. 

MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS O U ADQUIRIDAS DOS GENITAIS:

Diversas malformações congênitas ou produzidas por acidentes ou doenças podem ser corrigidas pela nossa equipe para melhorar a qualidade de vida do paciente, sem isto significar que em todos os casos conseguiremos uma aparência o função totalmente normal; isto vai depender do tipo de alteração e do grau de comprometimento funcional do aparelho genital.