MÍNI-ABDOMINOPLASTIA COM OU SEM LIPOASPIRAÇÃO ABDOMINAL


mini-abdominoplastia em BrasiliaMíni-abdominoplastia em Brasília, DF
 

Plástica do abdômen com descolamento mínimo, daí seu nome: míni-abdominoplastia; pode ser ou não associada à lipo abdominal, também chamada de míni-abdome.

A decisão de realizar esta cirurgia requer muita experiência do cirurgião plástico, não para a sua execução, mas sim para a sua escolha ao inves da lipoaspiração pura, a lipoabdominoplastia ou a abdominoplastia clássica.

A flacidez obrigatoriamente deve estar limitada à parte inferior do abdome, caso contrário o resultado é péssimo, já que o abdome ficaria plano embaixo e alto encima.

Indicações da cirurgia

Restrita somente aos pacientes com flacidez cutanea abaixo do umbigo, sem flacidez da parede abdominal e sem excesso de gordura. Os passos são os mesmos da cirurgia acima, mas sem a lipoaspiração.

Esclarecemos que o termo míni-abdominoplastia não se refere ao tamanho da incisão e sim ao tamanho do descolamento que está limitado somente ao andar inferior do abdome (abaixo do umbigo), e o tamanho da incisão pode ser pequena, media ou grande, dependendo do grau de flacidez acima do púbis.

Para a lipoaspiração, utilizam-se cânulas de 2.0 a 5.0 milímetros (mícro-cânulas) e um aspirador de pressão ajustável de 0 a 750 mm/Hg ou seringas de diversos tamanhos. e o excesso de pele na área acima do púbis.

COMO É FEITA A CIRURGIA?

Havendo marcado previamente a área a ser tratada, o paciente é anestesiado (anestesia geral ou peridural com sedação). Depois descolamos a pele e a gordura até a altura do umbigo, tracionamos e retiramos o excesso da mesma. Se necessário, pode ser realizada uma sutura dos músculos do andar inferior do abdome para corrigir aquela barriguinha alta abaixo do umbigo.

 

Considerações especiais sobre esta cirurgia:

1. A área é a ser tratada é menor e obrigatoriamente deve estar restrita à flacidez cutânea da porção abaixo do umbigo.
2. O umbigo e a porção superior do abdômen não são descolados e sim lipoaspirados.
3. Não há sutura da musculatura da parede abdominal de lado e lado da linha média.
4. É retirado um pequeno segmento de pele compreendido entre o umbigo e o púbis.

MINIABDOMINOPLASTIA COM LIPOASPIRAÇÃO ABDOMINAL. 

É um procedimento cirúrgico por meio do qual, é retirada uma quantidade de adiposidade (gordura), de áreas onde está depositada em excesso no abdômen, para depois retirar a pele flácida da parte inferior do abdomen, mediante o descolamento da mesma até o umbigo e sem a retirada  deste.

Por este motivo, a míni-abdominoplastia com lipoaspiração somente está indicada para pacientes com flacidez cutânea leve no andar inferior do abdome e sem flacidez abdominal global, pois não é realizada plicatura (sutura) dos músculos abdominais acima do umbigo.

Como é feita a cirurgia?

A única diferença para a mini-abdominoplastia clássica, é a injeção de uma solução contendo soro fisiológico e adrenalina, para diminuir o sangramento; então a gordura é aspirada. Posteriormente os passos são os mesmos da cirurgia anterior.

Existem riscos na mínimo-abdominoplastia?

Esta cirurgia nas mãos de um cirurgião plástico experiente não oferece maiores dificuldades técnicas, mas cuidados devem ser tomados para evitar complicações, tais como: interrupção do hábito de fumar pelo menos um mês antes da cirurgia, controle da hipertensão arterial e do diabetes e medidas especiais para evitar trombose venosa profunda.

Deixe seu comentário ou dúvida