Lipoescultura Rio de Janeiro e Brasília | Dr. Gustavo R. Moreno | Lipoplastia estruturada

Lipoescultura e Lipoplastia Rio de Janeiro e Brasília


Na lipoescultura retiramos gordura de áreas onde está em excesso, para aumentar outras nas quais falta, como por exemplo, os glúteos


Você sabe o que é uma lipoescultura ou lipoplastia?, qual é a diferença entre lipoescultura e lipoaspiração? quais as indicações de cada uma das técnicas?. Nesta página vamos esclarecer quais as principais diferenças entre elas e quais as principais indicações para a lipoescultura.

A lipoescultura é basicamente uma lipoaspiração aperfeiçoada através do aumento da definição da anatomia de superfície do corpo, retirando gordura de alguns lugares mais do que em outros e injetando a gordura retirada para aumentar ou preencher outras partes do corpo, enquanto na lipoaspiração simplesmente removemos a gordura e ela é desprezada.

Como é feita uma lipoescultura?

1. Marcação das áreas a serem aspiradas

lipoescultura marcação da paciente

Primeiro marcamos as áreas a serem aspiradas com  uma caneta que não desaparece, mesmo após fazer a assepsia com uma substância chamada Clorexidina, um sabão cirúrgico líquido que elimina a maior parte das bactérias da pele, prevenindo infecções.

2. A anestesia é administrada

Anestesia lipoescultura

Dependendo do número de áreas que vamos tratar, o(a) paciente é anestesiada com técnicas que vão da local com sedação, peridural (injeção nas costas), geral ou mista: anestesia geral + peridural para maior analgesia pós-operatória.

3. Aplicamos três camadas de Clorexidina degermante a 4%

Assepsia lipoescultura

A assepsia é realizada com sabonete cirúrgico para deixar a pele praticamente estéril. Isto porque é impossível eliminar 100% das bactérias que estão presentes na pele, mas aquelas poucas que possam ficar, tem pouca probabilidade de causarem infecção na lipoescultura. A profilaxia antibiótica administrada pelo anestesiologista no momento da indução anestésica, leva o medicamento ao tecido, matando as poucas bactérias que puderem sobrar após a assepsia. O antibiótico será reaplicado durante a cirurgia, na nossa preferência, se completar quatro horas e o procedimento não tiver acabado.

4. Injetamos solução de Klein

Injetamos uma solução de soro fisiológico morno com adrenalina (solução de Klein) para diminuir o sangramento e iniciamos a lipoaspiração. 

5. Aspiramos a gordura do corpo

Lipoescultura injetando soro com adrenalina

Utilizando dispositivos de sucção que podem ser seringas ou um aspirador a vácuo, removemos a gordura a qual pode ir para um recipiente para ser desprezada ou permanecer no interior das seringas para sua posterior utilização. Na nossa preferência a gordura é aspirada com seringas, para evitar o contato desta com o ar, o que pode diminuir a vitalidade das células, interferindo no resultado.

6. Decantamos a gordura e eliminamos o excesso de líquido e sangue

lipoescultura preparando gordura

Posteriormente realizamos um processo de centrifugação com baixas velocidades para separar o líquido da gordura, que é colocada para decantar (repousar), eliminamos o excesso de líquido e com uma pistola especial a injetamos nas áreas nas quais falta volume.

7. Injetamos a gordura decantada em camadas (Lipoescultura estruturada ou lipoplastia estruturada)

lipoescultura ou lipoplastia estruturada

Após removermos o excesso de sangue da gordura aspirada, procedemos a realizar com uma cânula romba uma malha, formada por mícro-túneis  em cada um dos quais injetamos de 3 a 5 ml com uma pistola especial, permitindo que o enxerto fique rodeado pelo tecido receptor.  Assim, as células implantadas alimentam-se pelos vasos perfurantes mío-cutâneos que formam uma rede de capilares ao redor das células.

Este procedimento é conhecido como lipoplastia estruturada ou lipoescultura estruturada, sendo responsável pelos nossos baixos índices de reabsorção (perda do enxerto), maximizando os resultados das áreas enxertadas. O Dr. Gustavo R. Moreno realiza lipoescultura estruturada em no Rio de Janeiro e Brasília desde 2003.

EXISTEM RISCOS NA CIRUGIA?

Toda cirurgia tem os seus riscos. Na lipoaspiração e na lipoescultura o principal risco é a trombose venosa profunda seguida de embolia pulmonar. Esta grave complicação é prevenida com uma boa hidratação do paciente no hospital após a cirurgia. Por este motivo, todo paciente nosso que decidir realizar lipoescultura  obrigatoriamente ficará 24 horas hospitalizado.

Outro risco desta cirurgia são as irregularidades da área operada; este risco é minimizado através da experiência do cirurgião.

Adicionalmente todo paciente nosso que vai ser submetido a uma lipoescultura em Brasília ou em qualquer outra cidade, segue um rígido protocolo de prevenção da trombose venosa.

O protocolo de prevenção da T.V.P.  inclui uma série de perguntas e dependendo da pontuação são tomadas medidas que vão desde o uso de meias de compressão elásticas e dispositivo de pressão intermitente, até o uso de enoxieparina sódica (clexane) por um período variável antes e após a cirurgia.

TODA LIPOESCULTURA É UM PROCEDIMENTO CIRÚRGICO!

A lipoescultura é uma cirurgia como qualquer outra e merece ser encarada com o devido cuidado.

Profissionais não especialistas, clínicas de estética e empresas intermediadoras de cirurgia plástica realizam vastas campanhas publicitárias banalizando a lipoescultura em Brasília e em outras cidades no Brasil, fazendo parecer que é um procedimento simples e intento de riscos, mas não é assim; a lipoescultura é uma cirurgia plástica de grande porte e merece uma série de cuidados, tanto pré, intra e pós-operatórios.

Sem importar o nome, dado, seja Lipo-HD, Lipoescultura, Lipoplastia, e outros que possam aparecer, havendo uso de cânulas, estes procedimentos são lipoaspirações, e tem que ser realizados por profissionais certificados: especialistas em cirurgia plástica.

Realizar uma lipoescultura com uma pessoa não especialista em cirurgia plástica ou em um ambiente inadequado, coloca sua saúde e sua vida em risco e aumenta a possibilidade de complicações, para as quais o executor (não especialista) não está preparado para resolver.

MAS COMO REALIZAR UMA LIPOESCULTURA COM SEGURANÇA?

Algumas recomendações básicas devem ser tomadas para que sua lipoescultura no Rio de Janeiro, Brasília ou em qualquer outro lugar do Brasil ou do mundo seja bem sucedida:

  • Verificar que o profissional que vai realizar sua lipoescultura em Brasília ou em qualquer outra cidade, seja especialista em cirurgia Plástica.

Procure pelo nome do médico no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica clicando aqui!

  • Procure sempre saber se sua lipoescultura no Rio de Janeiro,  Brasília ou em outra cidade, vai ser realizada em uma clínica ou hospital com a infraestrutura básica para resolver qualquer complicação
  • Siga as recomendações do seu médico enquanto a suspensão de medicamentos, uso de medicamentos pós-operatórios, retornos ao consultório para revisão, atividades permitidas e proibidas, etc.
  • Evite ficar acamada ou sentada durante muito tempo (mais de duas horas) à noite para dormir, recomendamos o uso de meias anti-trombo nos primeiros quinze dias pós-operatório.

 

Generalidades sobre a lipoescultura

  • Duracão: 30 minutos a 6 horas
  • Anestesia: local, local com sedação, peridural ou geral, dependendo do porte
  • Internação: desde ambulatorial até 24 horas de internação
  • Recuperação para atividades cotidianas: dois dias
  • Recuperação total (inclusive exercícios pesados) um mês
  • Resultado inicial: 30 dias
  • Resultado final: 90 dias

 

QUEM ESTÁ AUTORIZADO A REALIZA UMA LIPOESCULTURA?

Infelizmente não há no Brasil legislação específica para regular quem pode ou não realizar cirurgias plásticas.

Atualmente o Conselho Federal de Medicina determina que para realizar uma lipoaspiração, o médico tem no mínimo que ser cirurgião geral.

O Dr. Gustavo Rincón Moreno é especialista em cirurgia geral com três anos de residência médica e garante que nenhum cirurgião geral no Brasil tem  formação na residência médica que lhe habilite a realizar lipoaspirações ou lipoesculturas.

Um cirurgião geral não tem a longa curva de aprendizado necessária para obter os resultados refinados em uma lipoescultura que um cirurgião plástico.

A legislação para lipoescultura é a mesma que rege a lipoaspiração, pois não é nada mais do que um complemento daquela.

Recentemente surgiram no Brasil pseudo-sociedades de “lipoplastia”, cirurgia estética, etc, associações que ministram cursos de final de semana para “qualificar especialistas” em lipoplastia e lipoescultura no Rio de Janeiro, Brasília, BH e outras cidades. Estas “especializações em lipoplastia” são inexistentes, e por tanto a sua divulgação como especialidades médicas é ilegal.

Lembramos que a lipoaspiração é uma das mais difíceis cirurgias estéticas, sendo necessária uma longa curva de aprendizado de no mínimo três anos em tempo integral em serviço de cirurgia plástica credenciado pela S.B.C.P. para realizar lipoaspirações com perfeição e segurança.

Prefira sempre um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.


Lipoescultura Rio de Janeiro, RJ | Lipoescultura Brasília, DF | Dr. Gustavo R. Moreno | Todos os direitos reservados 

Deixe seu comentário ou dúvida